Notícias

Várzea Paulista retorna à fase vermelha da pandemia e comércio é obrigado a fechar

Município segue a mudança feita na região de Campinas, na qual se inclui, feita pelo Governo do Estado, que coloca os municípios na fase 1 — vermelha — a mais severa do Plano São Paulo
Visualize fotos

Após decisão conjunta da AUJ (Aglomeração Urbana de Jundiaí), Várzea Paulista volta, a partir de segunda-feira (6), à fase vermelha — a mais rigorosa, que não permite a abertura do comércio — do Plano São Paulo, do Governo Estadual, que regulamenta as atividades comerciais de acordo com indicadores do combate à Covid-19 no estado.

 

A mudança para a região, que é do DRS (Departamento Regional de Saúde) de Campinas, foi anunciada pelo Estado nesta sexta-feira (3), por conta de índices como novos casos, óbitos e ocupação de leitos. 

 

Por conseguinte, passam a ficar proibidos em Várzea Paulista as atividades presenciais: frequentar espaços públicos como parques; serviços imobiliários; concessionárias; escritórios; bares, restaurantes e similares; comércio não essencial; shoppings centers; salões de beleza; academias; e promoção de eventos que gerem aglomeração.

 

Para contribuir com a segurança da população, a equipe de Fiscalização do Comércio do município realizou nas duas últimas segundas-feiras (29 e 06), a vistoria nos estabelecimentos da região central da cidade, para verificar o cumprimento da fase vermelha, na qual o município está enquadrado. 

 

De acordo com o gestor executivo de Fazenda, João Pedro Cremaschi, os estabelecimentos não essenciais que estavam em funcionamento foram orientados a fechar suas portas.

 

“Seguimos fazendo as vistorias e a população pode colaborar com a fiscalização fazendo suas denúncias na Ouvidoria Municipal, através do telefone 4595-0037 ou WhatsApp (11) 94365-2884”, orienta Marco Bueno, gestor de Desenvolvimento Econômico.

 

 
 
Foto/Reprodução: Prefeitura de Várzea Paulista - Estabelecimentos de serviços não essenciais fechados no centro de Várzea Paulista

Vale ressaltar os regramentos sanitários estabelecidos: limites de ocupação, distância segura, barreiras físicas, disponibilização de equipamentos de proteção individual (EPIs) para os colaboradores, uso obrigatório de máscara pelos funcionários e consumidores, oferta de álcool 70%, entre outras determinações específicas e a redução do horário de funcionamento. 

 

Confira abaixo os estabelecimentos que prestam os serviços essenciais e podem funcionar durante a fase vermelha em Várzea Paulista:

 

– Saúde: hospitais, clínicas, farmácias, clínicas odontológicas, lavanderias e estabelecimentos de saúde animal.

– Alimentação: supermercados, hipermercados, açougues e padarias, lojas de suplemento, feiras livres. É vedado o consumo no local.

– Bares, lanchonetes e restaurantes: permitido serviços de entrega (delivery) e que permitem a compra sem sair do carro (drive thru). Válido também para estabelecimentos em postos de combustíveis.

– Abastecimento: cadeia de abastecimento e logística, produção agropecuária e agroindústria, transportadoras, armazéns, postos de combustíveis e lojas de materiais de construção.

– Logística: estabelecimentos e empresas de locação de veículos, oficinas de veículos automotores, transporte público coletivo, táxis, aplicativos de transporte, serviços de entrega e estacionamentos.

– Serviços gerais: lavanderias, serviços de limpeza, hotéis, manutenção e zeladoria, serviços bancários (incluindo lotéricas), serviços de call center, assistência técnica de produtos eletroeletrônicos e bancas de jornais.

– Segurança: serviços de segurança pública e privada.

– Comunicação social: meios de comunicação social, inclusive eletrônica, executada por empresas jornalísticas e de radiodifusão sonora e de sons e imagens.

– Construção civil, agronegócios e indústria: sem restrições

 




Publicado em: 08 de julho de 2020

Publicado por: Assessoria de Imprensa - CMVP

Cadastre-se e receba notícias em seu email

Categoria: Notícias da Câmara




Fique por dentro

Outras Notícias

Poupatempo e Detran retomam atividades presenciais em setembro

22 de setembro de 2020

O Poupatempo de Jundiaí reabre nesta quarta-feira (16), junto ao Detran. O atendimento presencial está paralisado, desde o dia 23 de março, devido a quarentena. Apenas o atendimento online foi mant...

Leia Mais

Fim da greve: TST determina volta de trabalho dos Correios a partir desta terça-feira

22 de setembro de 2020

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu determinar o fim da greve dos funcionários dos Correios e o retorno ao trabalho a partir de dessa terça-feira (22). O tribunal julgou nesta tarde o dis...

Leia Mais

Audiência no TST termina sem acordo e greve dos Correios vai a julgamento dia 21

14 de setembro de 2020

Terminou sem acordo na última sexta-feira (11) a audiência de conciliação entre os Correios e os trabalhadores da estatal. Com isso, informou o Tribunal Superior do Trabalho (TST), o dissídio colet...

Leia Mais

Aulas não voltam antes de 7 de outubro em Várzea Paulista

14 de setembro de 2020

Ao contrário da proposta do Governo do Estado de São Paulo, que tem como objetivo o retorno das aulas presenciais no dia 8 de setembro para reforço escolar e atividades opcionais (para as regiões q...

Leia Mais

Auxílio Emergencial é prorrogado até dezembro

10 de setembro de 2020

O Auxílio Emergencial, que serve como um apoio para famílias prejudicadas economicamente pela pandemia do Coronavírus (Covid-19), foi prorrogado por mais 4 meses. A extensão do benefício, no valor...

Leia Mais

Banco Central lança nota de R$200 nesta quarta

03 de setembro de 2020

O Banco Central (BC) lançou na tarde desta quarta-feira (02), através do seu canal no Youtube, a nova nota de 200 reais que já entrou em circulação. Foram informados aspectos de segurança, criação...

Leia Mais